"Os mais inestimáveis tesouros são; a consciência irrepreensível e a boa saúde. O amor a Deus e o estudo de si mesmo oferecem uma; a homeopatia oferece a outra." Samuel Hahnemann
Textos


NA EXPLOSÃO DA LUZ, UM SUTIL ATAQUE


No cântico leve da Corrente de orações,
Na explosão oportuna da mediunidade...
Vê-se numerosas e maravilhosas legiões,
De amor, Paz e da caridade.

E na emoção mais sublime da hora,
O Mentor se fez presente e falante...
Deixando-me feliz com os amigos de outrora,
Que chegaram em comitiva elegante.

Oh meu Deus, quanta energia celestial,
Parece o paraíso materializado...
E os Operários juntos, num manancial
De eflúvios cristalinos potencializados.

Mas uma flecha negra foi visualizada,
Em meio a esplendorosa luz,
Mirando o alvo já avisado,
Que protegido foi, perante a cruz...

Senhor, como entender as luzes,
E a flecha negra no momento da oração,
Me explica o que a produz,
Para evita-la com toda força do meu coração!!!

Mesmo com uma súplica fervorosa,
De um SOS em meio as vibrações,
O corpo físico ainda recebe a flecha odiosa,
E sente o ataque, mas com pequenas proporções.

O Mentor tornou-se gigante,
A cavalaria de Ismael ativada,
Parece que o intruso mais adiante,
Receberá o amparo da retaguarda.

E suplicando com mais fervor...
Ardendo de paixão por Cristo Jesus,
Fiquei armada de carinho com o Mentor,
Para compreender onde foi que me expus.

A explicação muito coerente,
Ser de Jesus e para ele servir eternamente,
É o motivo que para muitos doentes,
Basta para se atacar ferozmente.

Mas no momento crucial,
O amor recebido do Mentor atencioso,
Criou-se teia de luz celestial em espiral,
Que cercou sua protegida num enlace carinhoso.

Oh meu Deus, quanta misericórdia,
Por um ser de tamanha imperfeição,
Grata eterna pelo Mentor da concórdia,
Que vela por nós em toda situação.

Com o engenhoso meio de orar,
E os eflúvios originados das orações,
Não há o que se preocupar,
Porque a Paz já incorporou em nossos corações.


Obrigada Mentor muito amigo,
Só em falar, já me encho de emoção,
Que seria de mim sem teu abrigo,
Grata sou, meu anjo, meu guardião!!












 
Jane Azevedo
Enviado por Jane Azevedo em 30/04/2017

Música: Chopin - Spring Waltz - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr